Depois de se maravilhar com a grandiosidade das obras e os jardins paisagísticos de Inhotim; se surpreender com a atualidade do Museu de Artes e Ofícios; e descobrir um admirável mundo novo nas veias pulsantes do Mercado Central, a categoria TidBit te oferece uma imersão, lúdica e sem preconceitos, na arte e na religiosidade através do Presépio do Pipiripau! E então, vamos nessa?

Instalada no Museu de História Natural e Jardim Botânico da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), a obra, que começou a ganhar contornos no ano de 1906, é um verdadeiro show de luz, magia e movimento, encantando a todos que abrem os olhos e o coração para ela!

Distribuídas ao longo de 45 cenas em um espaço de 20 m², as 586 figuras móveis – feitas de massa de papel, papelão e gesso – contam a história da vida e morte de Jesus Cristo, tendo como pano de fundo a cidade de BH, com sua variedade de artes e ofícios!

Todos os lindos carpinteiros, pescadores, lavadeiras e lenheiros que foram reproduzidos no presépio são fruto da criatividade de uma criança de então 12 anos que, influenciada pela cultura e forte religiosidade mineira, deu “vida” àqueles que escreveram a história de Jesus. A tecnologia que anima os bonecos é, hoje, um motor elétrico ligado a fios, barbantes e cordas, mas um dia já foi o próprio criador, o artesão Raimundo Machado de Oliveira, quem movimentava as peças por meio de um sistema de repuxo d’água com as mãos e os pés! Sensacional! Não é à toa que a obra, considerada um tesouro da arte popular, foi tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), na década de 1980.

Mas se você quiser ver Maria, José, o menino Jesus e seus amigos “acordados”, fique atento aos horários em que o movimento se dá: somente aos fins de semana, das 11h às 15h, durante 15 minutos cada apresentação. E não precisa ficar ansioso pela próxima sessão, pois antes de ver o Pipiripau funcionando, você pode conferir uma prévia: o Pipiripin – uma miniatura do anterior. Nos dias de semana, a visitação é aberta, mas você encontrará todos os bonecos “dormindo”!

Depois de todo esse espetáculo de magia, que tal mudar um pouco de ares e curtir um momento relax em contato com a natureza do lugar? Isso mesmo! O Museu de História Natural e Jardim Botânico oferece aos seus visitantes a possibilidade de um momento de paz diferente daquele proporcionado pelo presépio! Em meio ao verde, você pode se aventurar por trilhas naturais, na companhia de monitores, descobrindo, no silêncio da natureza, todos os segredos que ela pode guardar! Durante a caminhada, você será brindado com a presença de nascentes, beija-flores, macacos e micos! Lindo demais!

O Museu de História Natural e Jardim Botânico é, definitivamente, o lugar certo para se experimentar diferentes sensações! Além do presépio e das trilhas na mata, você vai poder encontrar por lá diversas atividades culturais como exposições de arqueologia, paleontologia, geologia e botânica, além de poder participar de experimentos de física e química. Uma tarde em seu interior pode ser surpreendente! Que tal tentar?!

O caminho para o curioso e calmante paraíso é simples: basta embarcar no metrô de BH, saltar na Estação Santa Inês e entrar com o pé direito no lugar!

Deixe-se levar nesse passeio natural-artístico-religioso, surpreenda-se com os sentimentos que o Pipiripau e todo o seu entorno podem provocar e depois volte aqui para nos contar!